Dezembro - 2017
STQQSSD
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Email Newsletter icon, E-mail Newsletter icon, Email List icon, E-mail List icon Sign up for WTF Email Newsletter


» Matérias «


Carlos Fernandes é confirmado Presidente da CBTKD

Enviado por: REVISTA BUDÔ

Após frustrar manobra de três opositores, presidente da CBTKD é reeleito com 23 votos.

Juntos presidentes comemoram a manutenção da escolha de 90% dos Estados com direito a voto

A celeuma que se arrasta há mais de dois anos parece ter chegado ao fim na Assembleia da Confederação Brasileira de Taekwondo, realizada nesta quinta-feira (17) em virtude de decisão judicial proferida em outubro.

A Assembleia Geral teve como fim específico a eleição do presidente da entidade, na qual mais uma vez os dirigentes de três Estados tentaram manobra para inviabilizar a chapa "Estamos Juntos", da situação. O que presenciaram foi a vitória retumbante do adversário, eleito por aclamação.

“Tínhamos de promover uma série de mudanças estatutárias para atender às alterações na legislação esportiva. E como houve a exigência de nova eleição, aproveitamos para promovê-las”, explicou Valdemir Medeiros, superintendente executivo da CBTKD.

Fato inédito desta assembleia foi a presença de José Fábio Aciole, do Rio Grande do Norte, representando os atletas, que deu o voto de sua classe para Carlos Fernandes.

“Toda eleição é fruto de um processo democrático, e se vence por meio do voto. Os 23 Estados que apoiaram a nossa candidatura buscam mudanças estruturais na modalidade e esta vitória expressiva reafirma a qualidade de nossa gestão. Nem sempre conseguimos agradar a todos, mas daqui por diante vamos trabalhar visando à união de todos em prol do desenvolvimento do taekwondo em todo o País”, disse Carlos Fernandes.


Luciano Hostins conduz os trabalhos da Assembleia

Os dirigentes estaduais comemoraram a manutenção da política nacional que está promovendo o maior crescimento na modalidade, desde a sua implantação no País.

“Nós apenas consolidamos o que havíamos referendado antes. Aquilo que já havíamos considerado o melhor para o taekwondo do Brasil, ou seja, a ratificação da nossa escolha em 2013, quando elegemos o mestre Carlos Fernandes presidente de direito e de fato da CBTKD. Hoje apenas reiteramos a proposta de crescimento que estamos vivenciando no taekwondo do Brasil”, disse José Carlos Teixeira, presidente da Federação Baiana de Taekwondo.

“Já esperávamos uma vitória expressiva, pois felizmente todos os presidentes são sensíveis às reais necessidades de nossa modalidade. Não tenho dúvida alguma de que a melhor opção é mantê-lo à frente do taekwondo do Brasil. Até porque ele já provou ao que veio. Com ele o taekwondo evoluiu de Norte a Sul do País, sem bandeiras ou discriminação. Sua permanência no cargo é imprescindível para a manutenção do crescimento de nossa modalidade”, preconizou Thomas Silva, presidente da Federação da Paraíba.

“Este resultado espelha o que foi a gestão do Carlos Fernandes, até aqui. Nosso apoio a ele é o mero reconhecimento da gestão desenvolvida. Nada mais justo que este resultado e nos sentidos orgulhosos por estarmos unidos em prol de uma proposta inovadora e dinâmica, que impôs um espírito novo e uma nova realidade ao taekwondo do Brasil”, comemorou Ademar Lamoglia, presidente da Federação de Taekwondo do Distrito Federal.

“Totalizamos 23 votos, enquanto as pessoas que sonham com o retorno do caos e dos vícios do passado somaram apenas três. Será que dessa vez estas pessoas que pregam a volta dos antigos currais de exploração imposto no passado por estrangeiros permitirão que a nossa modalidade siga seu caminho? Será que esta derrota fará com que entendam que não existe mais espaço para a ditadura do cabril? Se depender de todos nós, não haverá golpe político dos pequenos opositores da CBTKD. Se querem chegar ao poder terão que fazê-lo democraticamente e por meio do voto. Nosso presidente é o Carlos Fernandes e ponto final", afirmou Eduardo Gonçalves, presidente da Federação de Sergipe.

“O poder é temporário e um dia nenhum de nós estará aqui, mas o que vai ficar é a confiança e a amizade que todos nós consolidamos. Esse é o legado que eu quero deixar, pois antes de nossa gestão o que víamos no taekwondo era a desunião e a traição. Quando iniciei minha trajetória na gestão, meu principal objetivo era fomentar o desenvolvimento do taekwondo de todo o País, e juntos conseguimos fazer com que isso acontecesse. Não estou aqui por minha vontade ou ambição. Estou aqui por que vocês desejaram e ficarei enquanto isso for desejado. Estou muito feliz e continuarei dando o meu melhor para fazer com que todos os Estados sejam inseridos verdadeiramente no circuito nacional do taekwondo do Brasil”, finalizou Fernandes, presidente da CBTKD.

COPIE E DIVULGUE, PORÉM SEJA LEGAL e ORIGINAL! 
RESPEITE O TRABALHO ALHEIO, PEÇA AUTORIZAÇÃO E/OU CITE A FONTE!



 
BANG .:. Desde 1971 no Brasil .:. Tradição & Qualidade