Setembro - 2019
STQQSSD
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      



» Matérias «


AGO: A história pode se repetir

Um alerta sobre a possibilidade de um novo golpe na AGO da CBTKD
por Jair Queiroz

Há lições que nos servem para sempre. Outras se perdem entre a vaidade, a presunção, interesses próprios e a ignorância e por isso nunca atingem os objetivos.
Os presidentes das federações estaduais estão chorando o leite derramado na Assembléia Geral Extraordinária-AGE, do dia 21 de novembro do ano passado, quando, segundo alegam, caíram no “conto da carochinha” e acabaram tendo que digerir gato por lebre. Eles estavam lá pra nos representar, mas não nos representaram e tampouco representaram a si mesmos, pois a maioria só “esteve presente” via procuração e votou e aprovou um documento que se apresentou como uma aberração na política desportiva nacional, que é o “novo estatuto da ‘Nova CBTKD’”, uma afronta a civilidade brasileira, um retrocesso similar aos tempos imemoráveis do AI-5, golpe que mergulhou o Brasil em trinta anos de ditadura ferrenha.
Os arquitetos do plano que pôs de molho as barbas dos presidentes, foi mesmo muito bem elaborado e conseguiu subjugar a inteligência dos nossos representantes e, ao mesmo tempo, trair a confiança até então depositada na equipe dirigente. E tudo aconteceu num momento em que eles estavam “embriagados” com as perspectivas de desenvolvimento da modalidade, da abundância de recursos públicos injetados através da Lei Piva e do Projeto Petrobrás, da abertura democrática, do diálogo e da promessa de  transparência em todos os atos. Mas o que ganharam mesmo foi, como diria o secretário da Fifa, “un coup de pied aux fesses“, ou seja, “um belo pé no traseiro”. Agora, impedidos de poderem se candidatar ao posto máximo da entidade nacional por não terem tido a sorte de serem nascidos aqui do país do carnaval, ou por outros entraves criados para cercear seus direitos, perceberam que foram ludibriados.
Pela minha leitura o plano consistiu basicamente no seguinte: Vamos promover um Seminário Internacional aqui no Rio e, com isso, garantir que a maioria venha até aqui gastando do seu próprio bolso, além do valor que deverão pagar pela inscrição no seminário. Na sequência, ou seja, na segunda feira, realizaremos a AGE. Com essa manobra reduziremos a possibilidade da participação da maioria deles, já que à essas alturas deverão ter regressado aos seus estados, até porque terão que trabalhar para pagar a conta das despesas que fizeram por aqui. Com o argumento de que será apenas uma reuniãozinha de praxe, só mesmo para formalizar algumas questões impostas pelo COB, ninguém obstará de outorgar procurações para as pessoas que indicarmos. Daí, com as procurações em mãos “’ba-bal’ meu amigo - já era!! E deitaram e rolaram, aprovando o que queriam da maneira como queriam.
Foi uma artimanha política bem arranjada, situação corriqueira nesse país, que tem de um lado políticos desonestos e, de outro, eleitores descompromissados a não ser com seus próprios interesses. Não tem sido diferente na política implantada pela Cbtkd, que mesmo adotando a “mão de ferro”, têm seus admiradores. Alguns mesmo depois da derrocada geral, ainda não acordaram e se dizem satisfeitos. Para eles essa história de afronta à Constituição Federal, autoritarismo, preconceito racial, perpetuação no poder, etc... ah, deixa prá lá!! Outros, mais esclarecidos e politizados, a exemplo do presidente da Federação de Rondônia, Robson Oliveira, o de Minas Gerais, Marcelino Soares e de São Paulo, na pessoa do diretor Adauto Silva Costa, não digeriram a trapaça e vieram a público repudiar a atitude dos dirigentes e exigirem uma nova AGE, correndo todos os riscos das retaliações que certamente advirão. Há também os que não se pronunciaram em público, mas que esperam o momento mais oportuno para dar o troco. 
Como nada é tão ruim que não possa piorar, no dia 31 de março próximo, será realizada a Assembléia Geral Ordinária-AGO para a aprovação anual das contas da CBTKD, e tudo indica  que os mandatários gostaram tanto do plano articulado em novembro que querem repeti-lo e ampliá-lo desta vez. O alerta vem de alguns presidentes estaduais que confidenciaram ter recebido telefonemas da secretaria exclusiva da presidência, solicitando números de CPF e RG para emissão de suas passagens de ida e volta para participarem de um “Work Shop” no Rio. O tema é um grande mistério. Nada se diz a respeito e nada é divulgado no site da entidade, o que equivale a dizer que não tem nada de importante, já que o site existe para dar publicidade às ações relevantes em prol do TKD. Alguns tolos dizem que tudo será custeado pelo “Carlinhos”, ou, para quem não é idiota, por dinheiro público destinado ao fomento da modalidade. Outros estão eufóricos e não vêem a hora de viajar para a cidade maravilhosa com tudo pago: passagem, hotel, alimentação, mar sol, praia e, de quebra, assistir a um Work Shop (uórque o quê?). Sem contar que nas madrugadas sempre rolam uns drinquezinhos aos chegados, oportunidade em que certos “oficiais da reserva da guarda presidencial”, mamados, se desmancham em discursos ufanistas ao “todo poderoso”, cujo ego infla como um balão (nada a ver com reencarnação do Kadafi, ou outras coisas do além. É o real mesmo).
A armadilha pode estar exatamente no período do tal encontro que se dará, segundo nos informaram, nos dias 28, 29 e 30 de março, e “coincidentemente”, cair na véspera da AGO. Como a passagem aérea da maioria já estará marcada para o dia anterior, serão obrigados a viajarem antes da realização do evento e aqueles embevecidos pelos afagos presidenciais, não hesitarão em outorgar suas preciosas procurações. Pronto!!! As contas, ainda que contenham irregularidades, serão aprovadas sem restrições, e o “samba do crioulo doido” será entoado em alto e bom tom mais uma vez.
Afinal, alguém aí tem conhecimento de que as contas foram disponibilizadas para serem examinadas pelos presidentes com a antecedência prevista em lei? Já que falam tanto em transparência, não poderiam ter postado no site da entidade a destinação dos repasses públicos? Aliás, nem mesmo postam qualquer “lembrete” sobre a importante data da assembléia para a aprovação das contas. Por quê? É bem provável que haja tramóia nessa história. Pelo menos a suspeita deveria ser levantada depois do que disse a Desembargadora Renata Machado Cotta, da 3ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, em recente decisão proferida contra a confederação: “Vale ressaltar que são notórias as denúncias de corrupção dentro da CBTKD, sendo certo inclusive que o COB ameaçou com a possibilidade de intervenção”. 
Há uma frase que diz que “quem não aprende com a própria história, está fadado a repeti-la” – infelizmente. Foi-se o sonho da virada, restou o pesadelo da truculência! Até quando? Bem, isso está nas mãos dos senhores presidentes. Aos críticos cabe apenas a missão de alertar, esperar e pagar pela ousadia de se expressar.

Mestre Jair Queiroz
5º Dan
Psicólogo, Pós graduado em Segurança Pública
Londrina, PR

Enviado em 18/03/2012 para publicação.

COPIE E DIVULGUE, PORÉM SEJA LEGAL e ORIGINAL! 
RESPEITE O TRABALHO ALHEIO, PEÇA AUTORIZAÇÃO E/OU CITE A FONTE!

ATENÇÃO: As matérias, artigos e demais materiais assinados e publicados não refletem necessariamente a opinião, o pensamento e a filosofia deste website, sujeitando-se seus autores, única e exclusivamente, o ônus e a responsabilidade do que possa acarretar em virtudes das referidas publicações.



 
BANG .:. Desde 1971 no Brasil .:. Tradição & Qualidade